Dicas para churrasco com carne de porco

barriga de porco pancetta churrasco brasa

Além da linguiça, que é onipresente nos churrascos dos brasileiros, e, quase sempre, feita com carne de porco, existem várias outras maneiras de levar os cortes suínos ao churrasco.

Os cortes suínos tem ganhando espaço entre os churrasqueiros, mas ainda geram algumas dúvidas, como o ponto ideal, a melhor forma de preparo, os temperos corretos e os acompanhamentos recomendados.

Seguem algumas dicas para o seu churrasco com carne de porco.

CORTES DE CARNE DE PORCO PARA CHURRASCO

Uma das vantagens da carne de porco é a sua versatilidade. Quase todos os cortes, além de ficarem magníficos no forno ou na frigideira, podem brilhar muito na churrasqueira.

Os cortes mais indicados para a brasa, são, costela suína, copa Lombo, pacentta(barriga) e a picanha suína.

TEMPERO PARA CARNE DE PORCO NO CHURRASCO

As carnes de porco, no churrasco, com o perfeito equilíbrio entre as ervas e os condimentos, tem um resultado fantástico de aromas e sabores. A escolha de cada item pode variar conforme o gosto individual, mas, alguns são indispensáveis, como o limão, o alho, a pimenta do reino, o alecrim, a páprica e um toque de açúcar, que combina muito bem com a carne de porco.

A carne suína, diferentemente da bovina, precisa de mais tempo no tempero(ou marinada) para que absorva todos os sabores e fique mais suculenta.

Um dos pontos fundamentais é a quantidade de sal e de açúcar, recomendamos que use 14 gramas de sal e 10 gramas de açúcar para cada 1kg de carne. Demais condimentos à gosto. Aplique todos os condimento com pelo menos 12 horas de antecedência, mantendo a carne na geladeira até o momento do churrasco.

Uma ótima opção de tempero pronto para churrasco com carne de porco é o dry rub

PONTO E TEMPO DE BRASA DA CARNE DE PORCO NO CHURRASCO

É preciso lembrar que a carne suína, diferente do que muitos pensam, não deve ser servida muito bem passada. Pelo contrário, ela precisa estar suculenta e muito macia, pois só assim será possível sentir todo o seu sabor.

O tempo que as peças deverão ficar na brasa dependerá de diversos fatores, como o tipo de corte, a espessura, a altura em que a carne estará em relação ao fogo e, até mesmo, da quantidade de carvão na churrasqueira.

Para quem preferir grelhar filés, ao invés da peça inteira, vale lembrar que o ideal é que eles tenham entre 2 e 3cm de altura, dessa forma, com apenas 20 minutos de brasa eles estarão suculentos e no ponto ideal.

Para quem optar pela peça inteira, o tempo de churrasqueira pode variar entre 30 e 40 minutos. Para assar a copa lombo, por exemplo, é recomendável selar a peça para obter muito mais suculência, para isso, envolva a carne em um papel alumínio e leve à churrasqueira por aproximadamente 35 minutos. Suba a grelha caso a brasa esteja muito forte.

Já a picanha suína inteira precisa de 30 minutos de brasa para ficar macia e muito saborosa. Nesse caso, também é importante atentar-se à altura do braseiro, ou seja, caso ele esteja muito alto, é recomendável subir a grelha para não ressecar a peça.

Para que a costela fique irresistível, o ideal é colocá-la na churrasqueira com uma distância de 40cm da brasa. Com os ossos para baixo, ela deve ficar por 40 minutos. Após esse tempo, ela deve ser virada e ficar por mais 40 minutos. Ou, se preferir, você pode levá-la ao forno envolta em papel alumínio por 1 hora e 30 minutos antes de finalizar na grelha, deixando-a muito mais macia e suculenta.

costela de porco churrasco brasa
costela de porco, churrasco na brasa

No caso da pancetta(barriga), recomenda-se colocar a peça inteira (com a pele para cima) na parte mais alta da churrasqueira — que deve estar muito quente, mas sem chamas.

barriga de porco pancetta churrasco brasa
Barriga de porco ou pancetta, churrasco na brasa.

Quando ela estiver bem dourada, vire-a de modo que a pele fique para baixo e, então, desça a grelha a fim de deixá-la mais perto da brasa. Retire a pancetta da churrasqueira quando a pele estiver bem crocante.

ACOMPANHAMENTOS

Em um churrasco onde a carne suína é o destaque, os acompanhamentos são fundamentais, pois eles ajudam a ressaltar, ainda mais, o seu sabor.

Abacaxi na brasa

Os sabores adocicados formam uma combinação perfeita com a carne de porco. O abacaxi, que já é famoso nos churrascos, é uma boa pedida nesse caso. Corte o abacaxi em fatias e deixe grelhar (se a brasa estiver muito alta, suba a grelha para não queimá-lo). Tire da churrasqueira assim que ele estiver dourado e, se preferir, jogue um pouquinho de açúcar mascavo e canela.

Salada de folhas com frutas

O agridoce combina muito bem com a carne de porco. Ao incluir frutas na salada de folhas, além de dar uma cor ao prato, o corte suíno ganha ótimos aliados na função de encher o churrasco de cores e sabores.

Além desses, o queijo coalho, a farofa e o arroz também são ótimos acompanhamentos.

5 1 vote
Avaliações
5 1 vote
Avaliações
Subscribe
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments